Centrais Sindicais lançam em São Paulo Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

img1-Centrais-sindicais-levarao-20-mil-pessoa-17953_740x400

 

Com a presença de mais de 300 sindicalistas, as centrais sindicais União Geral dos Trabalhadores (UGT), Força Sindical, CUT, CSB, CTB, Nova Central e Intersindical lançaram, nesta quarta-feira (6), no Sindicato dos Químicos, em São Paulo, a Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora (Democracia, Soberania e Desenvolvimento com Justiça Social: Trabalho e Emprego no Brasil).

 

O documento, que vai pautar as ações das Centrais este ano, será entregue a todos os candidatos à presidência da República, bem como aos deputados e senadores. A entrega desse documento será o início de uma grande mobilização dos trabalhadores em todo o País.

 

Também foi aprovado que 10 de agosto será o Dia Nacional de Luta, com mobilização e paralisações dos trabalhadores nas principais cidades do Brasil.

 

Canindé Pegado, secretário Geral da UGT, presente ao ato, destacou a importância da união e da mobilização da classe trabalhadora contra a crise e o desemprego e disse, ainda, que 10 de agosto será um dia de enfrentamento e de alerta à sociedade para o momento que estamos vivendo.

 

Na fala dos presidentes das Centrais, ficou claro que as eleições de outubro são um importante marco e que se deve buscar o compromisso dos candidatos com uma agenda de desenvolvimento com geração de emprego.

 

Clemente Ganz Lúcio, diretor do Dieese, abriu o evento e assegurou que a agenda reúne as propostas do movimento para o crescimento. “É uma proposta mínima, que certamente vai ajudar o País a sair da terrível crise econômica que estamos vivendo.”

 

Fonte: Site da UGT Nacional

Tel.: 73 3291.2849
Rua Mauá, 54 - Teixeira de Freitas - Bahia
sindectf@uol.com.br