Centrais Sindicais convocam Greve Nacional para o dia 05 de dezembro

img1-Greve-nacional-18149_740x400

 

Reunidas nesta sexta-feira (24), na sede da Força Sindical, em São Paulo, as centrais sindicais, decidiram convocar uma Greve Nacional para o dia 5 de dezembro em protesto contra a reforma da Previdência. O dia 5 foi escolhido por ser na véspera da data em que o governo pretende levar o projeto à votação.

 

Secretário de Organização da UGT, Chiquinho Pereira diz que as centrais deixaram a reunião motivadas diante da responsabilidade de mobilização. Ele afirmou que o movimento será concentrada nas capitais e grandes cidades. ” A Previdência é de interesse de toda a sociedade e dos trabalhadores, independente de categoria”, sentenciou Chiquinho. O secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre, afirma que as centrais estão convocando seus sindicatos de base para que realizem suas assembleias.

 

Para o movimento sindical a reforma  é como uma “Black Friday” de direitos, em referência ao evento de liquidação de preços do comércio.

 

Participaram da reunião as Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB,  Nova Central, CSB, Intersindical, CGTB e CSP-Conlutas. A decisão pela greve foi unanime. Para Antonio Neto, presidente da CSB, “haverá forte resistência do movimento sindical contra a intenção do Governo em terminar o serviço com a retirada dos poucos direitos dos trabalhadores”. Juruna, secretario Geral da Força Sindical, disse que nas capitais o movimento sindical vai reforçar a mobilização no setor de transporte.

 

A Greve Nacional,  no dia 5 de dezembro, vai focar os protesto contra as propostas de reforma da Previdência Social, que acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

 

As Centrais Sindicais exigem que o Congresso Nacional não mexa nos direitos trabalhadores!

 

Fonte: Site da UGT Nacional

Tel.: 73 3291.2849
Rua Mauá, 54 - Teixeira de Freitas - Bahia
sindectf@uol.com.br