Negociação 2016: Aumento de Salário e Pisos – Acórdão

c-campanha-1_740x400

 

No decorrer das negociações, entre os meses de março e maio, a Comissão de negociação do Sincomércio se negou a discutir a Pauta de Reivindicação dos Trabalhadores e apresentou, inicialmente, uma proposta de apenas 7.5%, e, posteriormente, 8.5% para os salários e pisos, sem acenar, contudo, com uma proposta razoável frente à inflação do período que foi de 9.93%.

 

O SINDEC teve de ingressar com Ação de Dissídio Coletivo no Tribunal Regional do Trabalho.  Na audiência de conciliação, dia 14 junho não houve acordo. Na audiência do dia 07 de julho, o tribunal acatou um pedido de vista da Relatora do Processo, diante do parecer do Ministério Público do Trabalho que  foi  favorável às reivindicações do SINDEC. Uma nova audiência do TRT foi marcada para o dia 15 de setembro.

 

No dia 12 de setembro o Sindicato Patronal apalavrou, em conversa iniciada na sexta-feira, dia 09, a proposta de 12% de aumento geral e para todos os pisos convencionais, retroativo ao mês de abril – com a garantia do pagamento das diferenças salariais – de abril a agosto de 2016 – nas folhas de pagamento dos meses de setembro e outubro. A proposta de 12% foi acatada pelos trabalhadores em ASSEMBLEIA. Na negociação fechada no dia 13 de setembro com o Sindicato Patronal, foram mantidas todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho 2015-2016. Além de uma importante conquista   para   categoria, a mudança da DATA-BASE – data referência da negociação – para o dia 1º de janeiro de cada ano.

 

A diretoria do SINDEC continua atenta na sua competência de representação da categoria dos comerciários e vem reafirmar o compromisso, sempre, na luta para garantia dos direitos dos Trabalhadores e Trabalhadoras do comércio de Teixeira de Freitas.

 

TRT 5ª Região – Acórdão Dissidio Coletivo 2016 – Sindec Teixeira de Freitas

Tel.: 73 3291.2849
Rua Mauá, 54 - Teixeira de Freitas - Bahia
sindectf@uol.com.br