Sindicalistas do Extremo Sul reúnem em Salvador com o Superintendente do MTE

representantes centrais mte_740x555

 

Diante da possibilidade eminente da saída da Gerência do Ministério do Trabalho e Emprego de Teixeira de Freitas para outra região, o Presidente do SINDEC – Sindicato dos Empregados no Comercio de Teixeira de Freitas, José Carlos Cabral de Carvalho – também representante da UGT – União Geral dos Trabalhadores no Extremo Sul da Bahia – juntamente com os representantes da CUT, Gildenê  Prates  e da Força Sindical, Pedro Ribeiro dos Santos, estiveram reunidos em audiência no dia 07 de março de 2016 com o Dr. José Maria de Abreu Dutra Superintendente Regional do Ministério do Trabalho e Emprego em Salvador.

 

Na discussão, o Dr. José Maria falou e informou da pretensão do Ministério do Trabalho em rebaixar a Gerência do Ministério do Trabalho de Teixeira de Freitas transformando-a numa Agência. E, com essa medida, os auditores fiscais da atual Gerência do Ministério do Trabalho de Teixeira de Freitas seriam transferidos para Eunápolis.

 

Os representantes das Centrais Sindicais expuseram para o Dr. José Maria a luta da sociedade civil organizada para a implantação da Gerência do Ministério do Trabalho em Teixeira de Freitas na época e da importância e necessidade de permanência dessa Gerencia em Teixeira de Freitas; fizeram  um relato no plano econômico da relação de  trabalho nos 12 municípios jurisdicionados pela Gerência,  a exemplo da celulose, das usinas de álcool, da pecuária, da agricultura, do comercio, da construção civil e demais atividades da micro região que dependem dos serviços e das ações do Ministério do Trabalho na região. Os representantes sindicalistas se posicionaram contra a mudança da Gerência do Ministério do Trabalho de Teixeira de Freitas para Agência, o que seria um grande retrocesso para todo o povo da região. E argumentaram, ainda, sobre as condições precárias de atendimento da Gerência, com a falta de recursos humanos para atender toda a demanda e as ausências de Gerente e Chefe de Fiscalização que vem ocorrendo há mais de dois anos.

 

Diante da exposição e argumentação dos representantes das Centrais, o Superintendente reavaliou a sua posição e garantiu que até o final do mês de abril visitará a Gerencia de Teixeira de Freitas com o objetivo de encontrar uma solução para os cargos da Gerência e do Chefe de Fiscalização o que possibilitará a permanência da Gerência Regional do Ministério do Trabalho em Teixeira de Freitas.

Tel.: 73 3291.2849
Rua Mauá, 54 - Teixeira de Freitas - Bahia
sindectf@uol.com.br