UGT: sete anos de luta em prol da classe trabalhadora brasileira

ugt sete anos_740x400

 

 

No dia 19 de julho, a União Geral dos Trabalhadores (UGT) completou sete anos de fundação e luta pela ampliação dos direitos da classe trabalhadora e pela construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

 

Durante este período, a UGT, que nasceu da união de três centrais e com o apoio de sindicatos independentes, mostrou que é possível fazer um movimento sindical diferenciado, moderno e combativo, que luta pelas causas que envolvem as questões ligadas ao capital/trabalho, mas que também está preocupado com a sociedade em geral e que contribui para a elaboração de políticas públicas que beneficiam toda a população.

 

Graças a essa ideologia, somada ao lema “Sindicalismo cidadão, ético e inovador”, a UGT, terceira maior central sindical do País, tornou-se protagonista das principais lutas da sociedade brasileira.

 

Hoje, com mais de mil e cem sindicatos filiados e representando aproximadamente 8 milhões de trabalhadores e trabalhadoras de todo o Brasil, a UGT vem rompendo com o sindicalismo tradicional e luta, incansavelmente, para que a população brasileira tenha melhor qualidade em transporte público, saúde, moradia, saneamento básico, entre outros.

 

“Quando lutamos por uma sociedade mais justa, por melhoria na qualidade de vida para a população e pela construção de políticas públicas eficientes para áreas como mobilidade urbana, saúde ou educação, estamos lutando pela ampliação dos direitos da classe trabalhadora, pois tudo está ligado. O imposto que é pago pelo cidadão deve ser aplicado em serviços públicos gratuitos e de qualidade. Isso vai influenciar em todo o mercado de trabalho, na economia dos estados e no crescimento do País”, explica Ricardo Patah, presidente nacional da UGT, que conclui: “Parabéns a todos os funcionários da UGT, militantes e entidades filiadas que fazem desta a central sindical que mais luta pela valorização da classe trabalhadora e que mais cresce no Brasil”.

 

Fonte: Site da UGT Nacional, por Fábio Ramalho

 

Tel.: 73 3291.2849
Rua Mauá, 54 - Teixeira de Freitas - Bahia
sindectf@uol.com.br