A Violência Relacionada ao Trabalho

Em palestra realizada no SINDEC em 2011 os/as representantes do CEREST – Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Teixeira de Freitas esclareceram que o aumento de situações de violência no âmbito do trabalho vem se constituindo num grave problema de Saúde Pública, que tem impacto na dignidade e na qualidade de vida dos trabalhadores.

Considera-se toda a ação voluntária de um indivíduo ou grupo contra outro indivíduo ou grupo que venha a causar danos físicos ou psicológicos, ocorrida no ambiente de trabalho, ou que envolva relações estabelecidas no trabalho ou atividades concernentes ao trabalho.

 

Como exemplos, o estresse pós-traumático desenvolvido por um caixa de banco depois de um assalto, a morte de um policial que é atingido por um tiro durante sua jornada de trabalho e o comportamento ofensivo de uma pessoa com características vingativas que visa à humilhação da outra pessoa. De acordo com as normas regulamentadoras do trabalho, a segurança do trabalhador deve ser garantida no seu ambiente de trabalho.

 

E vale salientar, ainda, que segundo a lei 8.213/91 toda ação de violência que aconteça na jornada de trabalho ou no trajeto de casa para o trabalho e vice-versa deve ser considerada como acidente de trabalho.

 

Tel.: 73 3291.2849
Rua Mauá, 54 - Teixeira de Freitas - Bahia
sindectf@uol.com.br